domingo, 5 de maio de 2013

Nacional empata com Primavera no seu primeiro jogo em casa.

Por Deivid Silva
Equipe do Nacional (Foto: ninhodocorvo.com.br)
O Nacional recebeu em casa a equipe do Primavera neste sábado ás 15hs no estádio Nicolau Alayon em São Paulo, como foi informado aqui antecipadamente a diretoria lançou o terceiro uniforme com um belo azul celeste contrastando com o azul marinho dos shorts e meiões. Já no gramado e junto de um público razoável que compareceu ao estádio nesta tarde de sábado o time da capital não saiu do empate contra a equipe de Indaiatuba.

O Jogo

Em um primeiro tempo bastante disputado e de muitas faltas o Nacional conseguiu boas chances pelas laterais, mas a boa defesa do Primavera conseguiu segurar as descidas de Romário e principalmente Ricardinho, Netto o goleiro do Primavera teve que se desdobrar para não levar o gol na primeira etapa, com o jogo corrido muitas faltas aplicadas pelo árbitro eram invertidas causando o descontentamento da torcida e do time da casa.

Já no segundo tempo o jogo ficou truncado e o Nacional nervoso em campo começou também a fazer bastante faltas algumas dela na entrada da área de defesa levando perigo a meta do goleiro Carlão, o Primavera gostando do jogo começou apertar e o juiz a dificultar as coisas distribuindo cartões e invertendo muitas faltas causando a irá dos torcedores presentes, Toninho Moura ainda tentou com substituições mudar a características da equipe que atuava pelo meio na segunda etapa mais sem sucesso o jogo terminou em um  0x0 já que as equipes correram bastante mais não foram felizes nas suas finalizações.

Após a partida o árbitro Marcos Antonio Cordeiro solicitou a escolta policial para adentar ao túnel que da acesso aos vestiários e colocou na súmula a seguinte ocorrência que pode prejudicar o time da capital na sequência do campeonato.

"APÓS O TERMINO DA PARTIDA, PARTIU DO MEIO DA TORCIDA DO NACIONAL, QUE ESTAVA ATRAS DO GOL, PRÓXIMO AO TÚNEL DE ACESSO DO VESTIÁRIO DA ARBITRAGEM, UMA PEDRA EM DIREÇÃO A EQUIPE DE ARBITRAGEM. E OS MESMOS DIZIAM SEUS FI... da P.., NA TERÇA-FEIRA VOCÊS VÊEM USAR O NOSSO CAMPO".

VEJA AQUI

Alguns diretores e torcedores que estavam próximo da onde ocorreu o fato criticavam a má atuação do trio de arbitragem que não soube controlar um jogo fácil complicando a situação ainda mais no segundo tempo, o lance mais criticado foi quando em uma falta pelo lado esquerdo do ataque após a bola cruzada o atacante Victor Sapo levou uma cotovelada clara no rosto e o juiz marcou falta do atacante.

Ficha Técnica

Nacional 0 x 0 Primavera
Estádio: Nicolau Alayon - 15hs
Árbitro: Marcos Antônio Cordeiro
Assistentes: Rafael Tadeu Alves de Souza e Adriana de Almeida Silva
Cartões Amarelos: Alysson, Ricardinho, Cesinha, Felipe Silva, Bruno Silva e Victor Sapo (NAC) Diogo, Hudson, Igor, Rafael, Amarildo e Roallase (PRI).

Nacional: Carlão, Romário (Jean), Alysson, Jobert, Ricardinho, Cesinha, Edy (Felipe Silva), Thiago Cruz (Bruno Silva) e Claytinho; Victor Sapo e Negueba. Téc: Toninho Moura

Primavera: Netto, Igor (Everton), Diogo, Joseliton, Leandro Cota; Jorge, Rafael, Hudson e Zé Silva; Victor (Aldon) e Roallase (Amarildo). Téc: Zé Luis

Classificação


O Nacional agora está na segunda colocação do grupo seis com 4 pontos juntamente com o SEV que empatou hoje com o Sumaré, na próxima rodada o Naça vai até Guarulhos enfrentar os donos da casa que levaram uma goleada de 7 a 2 para o Atibaia líder do grupo, o jogo acontece no dia (11) ás 15hs no estádio  Antônio Soares de Oliveira.