segunda-feira, 22 de julho de 2013

Morre Cetale, ex zagueiro de Nacional, Botafogo/RJ e Deportivo Cali

Por Deivid Silva

Cetale com a camisa do Nacional (Foto: Acervo NAC)
Morreu na madrugada do último domingo (21) o ex-jogador do Nacional, José Ortiz Cetale (Cetale), muito conhecido pelos frequentadores do clube da capital onde morava, Cetale foi internado com problemas respiratórios na sexta-feira (19) e veio a falecer na manhã de domingo horas antes do jogo entre Nacional e SEV-Hortolândia.
O jogador que teve passagens por Nacional, Botafogo/RJ e Deportivo Cali(COL), atualmente morava nas dependências do Estádio Nicolau Alayon, acolhido por alguns diretores do Nacional o ex-jogador que veio dos Estados Unidos no ano de 1998 chegou a morar em albergues na capital paulista antes de receber um cantinho no clube.

Carreira
De mãe uruguaia, filha de espanhóis, e pai argentino, de origem italiana, Cetale foi criado no bairro da Vila Anastácio, em São Paulo. Começou sua carreira no time infantil do Corinthians em 1955. Um ano depois, passou a jogar no Nacional. Em 1958, foi levado por um "olheiro" para a então capital brasileira, onde, por dois meses de treinamentos, esteve no América. No clube rubro, Cetale chegou a disputar até um amistoso contra o Bonsucesso. No entanto, o América depositava suas apostas em Djalma Dias e, por indicação de Nadim Marreis, Cetale ingressou ao Botafogo.

José Ortiz Cetale (Foto: Roberto Porto)
No alvinegro, o zagueiro foi bicampeão carioca de aspirantes nos anos de 1958 e 1959. A equipe vencedora era formada por uma série de jogadores que, poucos anos mais tarde, integrariam o grupo principal botafoguense. A escalação era dada por Adalberto; Marcelo, Cetale, Paulistinha, Ademar; Aírton, Édson; Neivaldo (ou Bruno), Amoroso, Rossi (ou Tião Macalé) e Amarildo. Já no elenco principal, Cetale foi campeão, como titular, do Torneio Rio-São Paulo de 1962. O jogador chegou a excursionar por mais de cinqüenta países com o clube. Em uma das viagens, o Botafogo jogou contra o Milan, no San Siro, e coube a Cetale marcar Mazzola e, após queixas do atacante brasileiro naturalizado italiano a Didi, o meia alvinegro disse-lhe: "Velho, dá na orelha dele!"

Em 1962, o jogador deixou o Botafogo, indo atuar pela Esportiva de Guaratinguetá e, mais tarde, pelo Deportivo Cáli, onde se sagrou campeão colombiano. Depois disso, Cetale passou a vagar anualmente de clube em clube, encerrando a carreira no futebol dos Estados Unidos.

Nome: 
José Ortiz Cetale
Apelido: Cetale ("Cacetale")
Data Nascimento: 23/02/1939
Cidade: São Paulo/SP
Data de Falecimento: 21/07/2013
Posição: Zagueiro
Clubes onde atuou: Corinthians, Nacional-SP, Botafogo-RJ e Dep. Cali.