segunda-feira, 27 de janeiro de 2020

Nacional empata na estréia da A3 contra o Paulista fora de casa.

TEXTO: Deivid Silva / FOTOS: Bruno Ulivieri

O Nacional visitou nesta tarde a equipe do Paulista em partida válida pela primeira rodada do Campeonato Paulista A3, a partida marcou novamente uma estréia para o técnico Tuca Guimarães e da nova empresa de material esportivo Pico Sport que irá fornecer os uniformes da equipe profissional nesta competição.

O JOGO
Na primeira etapa, os donos da casa começaram pressionando o ferrinho, com boas descidas pelas laterais a equipe do Paulista levava perigo nos cruzamentos para a área, logo aos 8 minutos após bate e rebate dentro da área um chute da equipe do Paulista bateu no braço do atacante Vinicius Faria que estava caindo para cortar o lance, o juiz deu pênalti com muita reclamação dos jogadores do Naça, na contestação Vinicius levou o primeiro cartão amarelo do jogo. Na conversão do pênalti o Paulista abriu o placar com Robinho.

Jogando em casa o Galo do Japi era empurrado pelos torcedores que ali estavam e procurava novas ofensivas, o Nacional por sua vez se defendia e esboçava contra-ataques, numa descida pela direita Léo Ribeiro levou perigo a mesta do arqueiro jundiaiense num chute que foi pra fora, veio o tempo técnico e o treinador Tuca Guimarães pediu que a equipe tivesse mais calma e que mantivesse a posse de bola. Aos 35 minutos após falta pela direita André Rocha cruzou e Emerson Mi vindo pela esquerda conseguiu bater forte, mas a bola subiu demais sem perigo para o arqueiro. O primeiro tempo terminou com o placar de 1 a 0 para o time da casa.

Na segunda etapa as equipes voltaram da mesma forma que começaram e o jogo ficou um pouco amarrado no meio campo com muitas faltas, o nervosismo da estréia parecia tomar de conta dos jogadores, aos 15’min a primeira substituição, Lauder deu lugar a Gabriel Palito que começou a cair pelo lado direito, aos 20’min foi a vez de Emerson Mi da lugar a Ricardinho deixando a equipe um pouco mais veloz. e aos 27’min com velocidade nasceu o gole pela ala esquerda do gramado, Thiago foi até o fundo sem marcação e cruzou pra dentro da área, Gabriel Palito bem posicionado mandou pra dentro do barbante empatando a partida.


Gabriel Palito autor do gol de empate. FOTO: Bruno Ulivieri

Após o gol a equipe começou a pressionar no campo de ataque, já o Paulista que havia feito duas substituições começou a segurar o jogo, muitos atletas caindo solicitando atendimento médico e o jogo ficou morno, como ultima chance de impor mais velocidade ofensiva, Tuca sacou Vinícius Faria para a entrada de PH, levando boas investidas pela direita do ataque.

Ainda no ultimo minuto uma falta para o Paulista bater que fez os torcedores do Nacional presente no estádio Jaime Cintra roer o restante de unhas que restavam, porém a bola foi pra fora e o final decretado de 1 a 1 entre as equipes.

CURIOSIDADES
O Paulista não vence o Nacional desde 2001, de lá pra cá são 5 jogos com duas vitórias do Nacional e três empates.

Emerson Mi em sua 8a temporada no clube fez a sua partida de número 168 com a camisa alvi-celeste.

O Jogo de hoje marcou a estréia de 8 atletas pelo clube, Alan, Gabriel, André Rocha, Thiago, Lauder, Teta, Léo Ribeiro e Gabriel Palito fizeram seu primeiro jogo com a camisa do time.

PRÓXIMO JOGO
A equipe volta a campo na próxima quarta-feira (29), ás 15hs no estádio Nicolau Alayon quando receberá a equipe do Olímpia em jogo válido pela 2a rodada do certame.

FICHA TÉCNICA
PAULISTA 1 X 1 NACIONAL

Estádio Dr. Jaime Cintra - Jundiaí/SP
ARBITRO: Willer Fulgêncio Santos
ASSISTENTES: Gilberto Aparecido Romachelli e Edson Rodrigues dos Santos
4o ARBITRO: Gustavo Holanda Souza
PÚBLICO: 1200 torcedores / RENDA: 17.070,00 reais
GOLS: (1-0/9’min) Robinho, (1-1/72’min) Gabriel Palito
AMARELOS: Yan, Nenê, Victor Tomaz, Daniel e Murylo (PTA) - Vinicius Faria e André Rocha (NAC)

PAULISTA: Matheus Lopes; Victor Tomaz, Matheus Carrasco(Ronaldo Dourado), Murylo e Yan; Zulu, Robinho(Rafael Compri), João Lucas e Lucas Pará; Bilatto (Daniel Basso) e Nenê. Téc: Edson Pio

NACIONAL: Matheus; Alan, Gabriel, Diego Chiclete e Thiago; André Rocha, Teta, Lauder (Gabriel Palito), Emerson Mi (Ricardinho) e Léo Ribeiro; Vinicius Faria (PH). Téc: Tuca Guimarães